DestaquePolicial

Foragido da Justiça alagoana por homicídio é preso em Londrina/PR

Homem possuía um mandado de prisão preventiva expedido pela 8ª Vara Criminal de Arapiraca

Uma ação conjunta da Polícia Civil de Alagoas, por meio dos agentes da Delegacia do 62ºDP de Craíbas, e a Polícia Militar do Paraná, por meio do 5º BPM de Londrina, resultou na prisão de um homem, foragido da Justiça alagoana, acusado de ter praticado um homicídio duplamente qualificado no dia 20 de setembro 2020, no Povoado Santa Rosa, município de Craíbas/AL.

Após receber informação do 62ºDP de Craíbas e do 5ºBPM de Londrina, uma guarnição da ROTAM conseguiu prender o foragido na Rua Silvia Aleixo, Bairro Parque das Indústrias, em Londrina, cidade do Paraná. Em seguida, o acusado foi encaminhado ao centro de triagem de Londrina, onde se encontra à disposição da Justiça alagoana.

Posteriormente, o preso será recambiado para alguma unidade prisional de Alagoas, onde aguardará o julgamento, podendo pegar uma pena de reclusão de 12 a 30 anos, pois cometeu homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima Cleiton Ferreira da Costa, 38 anos, o qual foi assassinado com um tiro de espingarda cal. 12, em setembro de 2020, nas proximidades de uma casa de farinha, no Povoado Santa Rosa, zona rural de Craíbas/AL.

No inquérito policial instaurado e concluído pela Delegacia do 62ºDP de Craíbas, apurou-se que o indivíduo assassinou a vítima por ciúmes, pois pensava que a vítima havia parado o carro para ficar observando a esposa do acusado, que estava na porta de casa, então, sem que a vítima percebesse, o autor se aproximou e deflagrou um tiro de espingarda cal. 12 com o cano praticamente encostado na cabeça da vítima que estava distraída dentro do carro assistindo vídeo e ouvindo música. Portanto, a vítima foi pega de surpresa, sem qualquer chance de defesa, inclusive, várias testemunhas presenciaram a ação criminosa.

Em seu interrogatório, na época do crime, o indivíduo confessou ter matado Cleiton, mas alegou que a vítima o provocava por outros motivos. A espingarda cal. 12 usada para matar Cleiton foi apreendida e encaminhada pela Polícia Civil para ser periciada no Instituto de Criminalística de Alagoas.

O delegado Guilherme Iusten parabeniza o empenho dos policiais civis do 62ºDP de Craíbas, bem como o brilhante trabalho dos militares do 5ºBPM de Londrina, pelo êxito que obtiveram na captura de mais um homicida que estava foragido de Alagoas.

Fonte: ASCOM-PC

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo