DestaqueEsporte

Presidente do Inter fala em vexame na Copa do Brasil e pede desculpas: “Inadmissível”

Alessandro Barcellos lamenta eliminação para o Globo, fala em buscar soluções e não descarta demissões

O ambiente no vestiário colorado foi tenso após a eliminação para o Globo-RN, por 2 a 0, na noite de quinta-feira, em Ceará-Mirim, pela primeira fase da Copa do Brasil. O presidente Alessandro Barcellos resumiu a derrota como “vexame” e agora vai em busca de soluções para reverter o mau momento neste início de temporada.

A queda no torneio nacional frustrou o planejamento traçado pelo clube. Inicialmente, o Colorado previa chegar até as quartas de final da competição, no mínimo. O Inter deixará de arrecadar valores importantes, que seriam utilizados para amenizar a crise financeira, e perderá visibilidade nacional.

Os resultados e o desempenho da equipe neste início de temporada ligaram o sinal de alerta. O time soma apenas 44% de aproveitamento em nove jogos, caiu na Copa do Brasil e, no momento, está fora da zona de classificação do Campeonato Gaúcho.

O mandatário colorado pediu desculpas ao torcedor pela atuação “inadmissível”, assumiu a culpa pelo mau momento e admitiu que parte do trabalho foi jogado fora no insucesso em solo potiguar.

– Quero iniciar essa manifestação pedindo desculpas ao torcedor colorado pelo vexame que tivemos hoje (quinta-feira). É inadmissível que a gente venha para um jogo eliminatório e tenha um desempenho tão abaixo daquilo que trabalhamos. Isso faz com que todos nós, a partir da direção, responsável pela montagem do departamento de futebol, tenha também agora a responsabilidade de buscar soluções – explanou Barcellos.

O Conselho de Gestão, formado pelo presidente e seus vices, vai se reunir ao longo desta sexta-feira. O futuro do técnico Alexander Medina e dos membros do departamento de futebol serão definidos neste encontro.

– Isso passa por por uma avaliação neste início de temporada, que sempre é um momento difícil, de encaixe. Mas com o resultado de hoje, colocando parte de um trabalho praticamente fora, de uma competição tão importante para o clube, nos faz evidentemente sair daqui com essa necessidade. Este é o pensamento de todos ali dentro do vestiário, jogadores, comissão técnica, de que é necessário que a gente busque soluções. E elas precisam ser rápidas – manifestou o presidente.

A delegação do Inter iniciou deslocamento para Porto Alegre durante a madrugada. Eliminado da Copa do Brasil, sobram o Gauchão, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. O Colorado volta a campo no domingo, às 18h15, diante do Aimoré, no estádio Beira-Rio.

Fonte: GE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo