AlagoasDestaque

AL é o 3º do NE que mais demora para concluir pedidos de benefício

Dados do INSS apontam que Estado leva, em média, 110 dias para conceder o benefício, atrás apenas do Rio Grande do Norte e Paraíba

Alagoas é o terceiro estado do Nordeste que mais demora para concluir as análises de pedidos de benefício da Previdência Social no ranking nacional. Os dados são do Boletim Estatístico da Previdência Social (BEPS), referente a fevereiro deste ano.

Os dados apontam que Alagoas leva, em média, 110 dias para conceder o benefício, atrás de Rio Grande do Norte e Paraíba, que demoram 109 e 106 dias, respectivamente. O estado que conclui os requerimentos em menor tempo é São Paulo, que leva 56 dias.

O boletim também aponta que em Alagoas 31,3 mil pessoas estão com o requerimento de benefício do INSS parado por causa de alguma pendência da própria instituição e metade está na fila de espera por mais de 45 dias. Do total, mais de 52% das pendências são relativas a perícias médicas.

No Estado, 13,6 mil pessoas aguardam por perícia médica para ter a análise do requerimento de benefício concluída. Desse número, 7,5 mil esperam o atendimento há mais de 45 dias.

Além disso, 5,1 mil processos estão parados por pendências dos segurados. As agências do INSS ficaram fechadas por mais de cinco meses na pandemia e foram reabertas em setembro de2020 de forma gradual. Menos da metade conta com realização de perícias, que são exigidas para concessão de benefícios por incapacidade como auxílio-doença.

Portanto, dentro da fila de pedidos a serem analisados pelo INSS entram os segurados que ainda não realizaram a perícia. Com o fechamento das agências no período, os servidores do atendimento foram realocados para a análise de benefícios, feitos de forma online pelos segurados.

Segundo o INSS, isso permitiu acelerar o trabalho e reduzir sensivelmente o tempo médio de conclusão e o estoque de pedidos esperando resposta.

Fonte; Gazeta Web

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo