DestaquePolicial

SSP assina termo de cooperação técnica com MPE para realizar busca por desaparecidos em Alagoas

A Secretaria da Segurança Pública assinou, nesta sexta-feira (01), o Termo de Cooperação Técnica com o Ministério Público do Estado (MPE) para implantação do Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid) e a execução do Programa de Identificação e Localização de Desaparecidos (PLID) em Alagoas.

A delegada-geral Adjunta Kátia Emanuelly, da Polícia Civil de Alagoas participou da solenidade, que aconteceu nesta manhã na sede do MPE, em Maceió.

O termo de cooperação entre as duas instituições tem como objetivo unir esforços, informações e experiências para a formação do Cadastro Nacional de Desaparecidos, bem como a realização de um protocolo que possibilite uma busca ativa por pessoas desaparecidas no estado.

A solenidade reuniu integrantes das Polícias Civil e Militar, Perícia Oficial, Polícia Rodoviária Federal (PRF), advogados e integrantes do Ministério Público.

O secretário da Segurança Pública, Elias Oliveira, explicou que as forças de segurança irão colaborar com o Ministério Público para intensificar as ações de localização de pessoas desaparecidas, além de criar alguns protocolos direcionados ao cidadão, para que se possa realizar o registro de pessoas desaparecidas e assim informar aos órgãos de segurança pública e o Ministério Público sobre fatos novos.

“Temos a nobre missão de minorar o sofrimento de famílias que possuem um parente desaparecido e é com muita satisfação que assino hoje esse termo de cooperação técnica. Iremos divulgar de forma interna entre as corporações, nos sites institucionais e ampliar a rede de divulgação dessas pessoas desaparecidas, além de intensificar a parceria com o Ministério Público”, afirmou.

 

O procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório, destacou a importância do Termo de Cooperação assinado e os avanços para viabilizar a localização de desaparecidos.

“Assinei esse convênio e como procurador-geral de Justiça, não tenho medido esforços para garantir melhorias para a população alagoana. O MPE terá finalmente a possibilidade de dar andamento ao Sinalid, contando agora com o apoio das forças de segurança e demais instituições, que acreditamos que será muito positiva”, disse.

Também estiveram presentes na reunião a delegada-geral adjunta da Polícia Civil de Alagoas, Kátia Emanuelly, o tenente-coronel Moura, representando o comandante-geral da Polícia Militar, a subcomandante da Patrulha Maria da Penha, capitã Cristiane, o coordenador Núcleo de Qualidade de Vida, Saúde e Segurança no Trabalho da Polícia Civil, Sálvio Marinho, o chefe do Instituto Médico Legal (IML), Diogo Nilo, e o Major Iran Rego e o tenente Alex Acioli, da Chefia de Prevenção e Articulação da SSP.

Fonte: ASCOM-PC

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo