DestaquePolítica

Câmara Municipal de feliz Deserto cassa o mandato do vereador Douglas Simões

O vereador foi cassado após ser acusado de quebra de decoro parlamentar

Nesta última segunda-feira (06), ocorreu sessão extraordinária da Câmara Municipal de Feliz Deserto, que teve como pauta o pedido de cassação do agora ex-vereador Douglas Simões, o edil foi acusado de quebra de decoro parlamentar.

Iniciando a sessão o presidente da casa Jailton Florentino dos Santos leu parte do regimento na qual trata do impedimento de voto do denunciante o vereador Reginaldo Barreto e que o suplente deveria assumir o cargo para a votação, assim sendo, o presidente deu  posse ao suplente  Genivaldo Caetano.

A palavra foi concedida aos vereadores e cada um poderia falar por 15 minutos, o vereador Marcelo Lessa pediu a palavra e em apoio ao amigo de câmara disse sentisse envergonhado por fazer parte daquela legislatura, que iria cassar um vereador por defender o povo.

Após a leitura do parecer jurídico sobre a legalidade do pedido de cassação elaborado pelo bacharel Antônio Borges funcionário daquela casa de leis e de atas de sessões anteriores a pedido de alguns edis o presidente suspendeu a sessão para que a defesa do vereador Douglas Simões pudesse se preparar para sua fala que teve a duração de duas horas.

Iniciando sua fala o vereador Douglas iniciou pedindo ao Presidente da casa para que o mesmo autorizasse a abertura da porta e das janelas da casa para quem tivesse do lado de fora pudesse ouvir a sessão já que a mais de três meses as caixas de som que ficam na porta foram mandadas para manutenção e até aquela data não teriam retornado a casa e continuou relatando sua trajetória política durante o processo que o tornou o vereador mais votado de Feliz Deserto nas últimas eleições ainda durante toda sua fala Douglas Simões em todo seu discurso recebia apoio de moradores de Feliz Deserto, seja dentro e fora da casa ou até mesmo quem acompanhava a sessão pelas redes sociais.

No final de seu discurso Douglas Simões afirmou novamente o que teria dito em sessão anterior que seu tio que é irmão de seu pai e também vereador teria virado as costas para família por vantagens financeiras, o edil ainda falou e enfatizou tudo que falar aqui falarei com provas, Douglas passou a ler documentos no qual familiares de primeiro e segundo grau o que configura nepotismo, uma vez que, parentes em até terceiro grau de parentes políticos não podem assumir cargos em comissão. Douglas Simões ainda afirmou que sua trajetória política apenas está começando.

Com o final da fala do vereador Douglas Simões, o presidente iniciou a fala para relatar como seria a votação momento no qual Douglas Simões pediu questão de ordem e falou que já que teria terminado sua fala e que sabia que seria cassado iria se retirar da câmara e assim Douglas Simões saiu no colo do povo de Feliz Deserto.

A votação iniciou e o vereador Douglas Simões foi cassado por 7 votos favoráveis, 1 contra, e 1 abstenção.

Por Anderson Braga

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo