DestaqueEsporte

Cuca no Atlético-MG: técnico tem atalhos para acertar rota antes de iniciar “decisão” com o Palmeiras

Jogo pelas quartas da Libertadores reedita duelo do ano passado; técnico retorna ao clube com missão de avançar na competição internacional e manter briga pelo título brasileiro

Cuca está de volta ao Atlético-MG. O anúncio oficial será feito neste sábado pelo clube, e o técnico vencedor de quase tudo com o Galo tem o primeiro desafio: correr contra o tempo para acertar o time. O Atlético tem pouco mais de 10 dias para o primeiro jogo da “decisão” das quartas de final da Libertadores, contra o Palmeiras. O novo antigo técnico tem pontos a seu favor.

Cuca chega ao Atlético para a terceira passagem sete meses depois de sair do clube com o atual título do Campeonato Brasileiro e também da Copa do Brasil. Retorna com praticamente o mesmo elenco que deixou no ano passado, exceto pelas saídas de Diego Costa, Dylan Borrero e Savarino. Em compensação, tem reforços de peso: Pavón, Alan Kardec, Pedrinho e Jemerson.

O treinador domina o elenco, tem boa relação entre os jogadores e diretoria alvinegra, além de conhecer todos os caminhos da Cidade do Galo. Outro ponto forte? A torcida do seu lado. Em todas as vezes que o Turco balançou no cargo nesta temporada, o nome de Cuca foi levantado e preterido pela maioria da torcida atleticana.

O desempenho do Atlético vem sendo questionado nos últimos meses. O time tem demonstrado problemas anímicos e técnicos. Na eliminação para o Flamengo, na Copa do Brasil, atuação pífia, sem nenhum chute a gol. No Brasileiro, partidas ruins com desempenho questionável. Foram esses os motivos que levaram, inclusive, Turco a ser demitido, já que os resultados de uma forma geral eram bons (69,6% de aproveitamento).

O duelo com o Palmeiras tem também fator psicológico para Cuca e o time do Galo. Na temporada passada, o time paulista foi o responsável por não permitir que o Galo chegasse à final da Libertadores. O time de Abel Ferreira eliminou o Atlético na semifinal da competição. Único título que faltou para o Galo de Cuca em 2021.

Agora, a reedição desse confronto terá mais uma vez Cuca e Abel Ferreira à beira de campo. O primeiro é jogo é no dia 3 de agosto e o jogo de volta no dia 10. Até lá, Cuca terá dias importantes de treino na Cidade do Galo para colocar novamente o time campeão nos trilhos.

Precisa resgatar o espírito campeão e mais do que isso acertar a forma de jogar do Galo. Cuca terá que correr contra o tempo para fazer o que fez com maestria no ano passado: tirar o que há de melhor de uns dos melhores elencos do Brasil.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo