DestaquePolítica

Renan diz que candidatura de Tebet é ‘insanidade’ e ela que o MDB pró-Lula tem ‘cheiro de naftalina’

O MDB está rachado em relação ao posicionamento nas eleições presidenciais. Um dos mais importantes caciques da legenda, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), postou no Twitter na manhã desta sexta-feira (22) uma enfática análise da situação do partido e ameaça ir à Justiça.

“Sem diálogo, sem avaliações realistas sobre o desempenho da pré-candidatura, sem competitividade nas pesquisas é insanidade sacrificar o MDB nos estados. A persistir a obsessão não restará alternativa senão a judicialização da própria convenção”.

O senador é um dos principais líderes da ala emedebista que apoia a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República.Renan e aliados são contra a realização da convenção virtual da sigla no próximo dia 27, para homologar a candidatura de Simone Tebet (MS) ao Palácio do Planalto.

Segundo o senador alagoano, o presidente do MDB nacional, Baleia Rossi (SP), não tem sido democrático no processo.

Outro lado

Pré-candidata do MDB à Presidência, a senadora Simone Tebet (MS) disse nesta sexta-feira, 22, que a ala do MDB que pressiona o partido para apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é uma foto que “cheira a naftalina”.

“Esses caciques são sempre os mesmos que tiveram no passado com Lula. Vejam a fotografia. Ela tem cheiro de naftalina”, disse Simone. A senadora falou com os jornalistas em São Bernardo do Campo, onde recebeu o apoio formal do prefeito Orlando Morando (PSDB).

O tucano e Simone visitaram a Fábrica de Cultura Bruno Covas e em seguida se reuniam no diretório local do PSDB, que foi o 1º do Brasil a declarar apoio formal à senadora. A pré-candidata do MDB fez uma ressalva. “Michel Temer não faz parte daquela fotografia. Ele é um homem honrado”.
Fonte – É Assim

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo