Brasil/MundoDestaque

Faixa principal do 5G é ativada em São Paulo e deve cobrir 25% da área urbana; conexão ‘pura’ ainda engatinha no mundo

Começa a ser ofertado o 5G Standalone ou SA, que deverá viabilizar avanços na indústria, telemedicina, carros autônomos, etc. Mas quem vai predominar por enquanto é outro tipo de 5G, que traz mais rapidez à navegação, mas não revoluciona. Tire dúvidas.

Antenas da faixa principal do 5G serão ativadas nesta quinta-feira (4) em São Paulo, maior mercado de smartphones do Brasil e a quinta capital a receber a tecnologia no país.

Qual é a novidade e em que pé está o 5G

 

Ativada nesta quinta, a faixa 3,5 GHz é considerada a principal “avenida” para circulação dos dados na nova geração da internet móvel porque comporta o 5G mais “puro”, chamado “standalone” (autossuficiente, em inglês) ou SA.

É ele que carrega a fama dessa quinta geração da internet móvel, de permitir avanços de tecnologias como a realidade virtual, carros que dirigem sozinhos, cirurgias remotas, além da possibilidade de ligar muitos objetos à internet ao mesmo tempo, de forma massiva e constante.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo